OS FATOS QUE MERECEM DESTAQUES NO JORNALISMO COMUNITÁRIO: SEGURANÇA PÚBLICA, EDUCAÇÃO, SAÚDE, ESPORTE, LAZER, CULTURA ENTRETENIMENTO. FERREIRA SANTOS - JORNALISTA.

sábado, 1 de novembro de 2014

NO CANADÁ

Assassino de policiais é condenado a 75 anos de prisão no CanadáA última execução no Canadá foi em 1962

Publicação: 31/10/2014 22:29 Atualização:


MONTREAL - O assassino de três policiais em Moncton, New Brunswick (leste do Canadá), foi condenado nesta sexta-feira a uma pena de 75 anos de prisão, em uma sentença sem precedentes desde a abolição da pena de morte no país.

A última execução no Canadá foi em 1962.

Justin Bourque, de 24 anos, declarou-se culpado de cinco acusações, incluindo três de homicídio doloso e duas de tentativa de assassinato de policiais no exercício do dever. Por cada um dos assassinatos, Bourque foi condenado a 25 anos de prisão, em sentenças acumulativas.

Leia mais notícias em Mundo 

No momento do anúncio da sentença, o réu se manteve impassível. Em entrevista a uma emissora de televisão local, seu advogado, David Lutz, disse que seu cliente já estava "resignado" com uma condenação à pena de morte. "Ele se resignou desde que se declarou culpado", completou Lutz.

Em 4 de junho passado, perto do centro da cidade de Moncton, Justin Bourque abriu fogo na rua contra um grupo de policiais. Durante o tiroteio, três membros da Polícia Real Montada do Canadá morreram, e outros dois ficaram feridos.

Fortemente armado, o jovem fugiu, mas acabou sendo capturado após uma perseguição de 30 horas que mobilizou mais de 300 policiais, apoiados por blindados, helicópteros e aviões de vigilância.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

ACUSADO DE AMEAÇAS NO TRÂNSITO DE TAGUATINGA USANDO SIMULACRO DE PISTOLA É PRESO PELA PM NA ASA NORTE

PM PRENDE ACUSADO DE AMEAÇAR MOTORISTA COM SIMULACRO DE PISTOLA Por Ferreira Santos. fonte: PMDF/CCS   A Policia Militar do DF prendeu um ho...