OS FATOS QUE MERECEM DESTAQUES NO JORNALISMO COMUNITÁRIO: SEGURANÇA PÚBLICA, EDUCAÇÃO, SAÚDE, ESPORTE, LAZER, CULTURA ENTRETENIMENTO. FERREIRA SANTOS - JORNALISTA.

terça-feira, 26 de março de 2019

AGEFIS COMEÇA REMOVER EDIFICAÇÕES IRREGULARES EM ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL EM PLANALTINA




Rádio Alternativa Popular FM 98.1
Por Ferreira Santos/repórter. 




    Agefis dá inicio operação integrada de desocupação do solo em área de preservação ambiental em Planaltina nesta terça-feira. Maquinas do órgão removeram 32 edificações  irregulares.



Essa terça-feira,26/3, foi o primeiro dia de operação e retirada de barracos em área de preservação ambiental em Planaltina, o terreno é de propriedade da Terracap a ação terminou de forma pacífica. Por volta das 9h cerca de 85 policiais militares de unidades operacionais do CPRL, CPRM, CPMON, CPESSC, CPRS, SEOPS e DOP com apoio do Choque (CME) da Policia Militar do DF, coordenados pelo major De Souza do Seops, chegaram ao local onde garantiram a segurança dos agentes da Agência de Fiscalização do DF  (Agefis), de outros órgãos e famílias  invasoras. 

 

O trabalho da Agefis terminou as 16h30, o resultado da operação foi 32 edificações removidas, 17 pontos de energia elétrica cortados, 8 fossas desativadas, 12 pontos água da Caesb desfeitos, foram realizadas 12 mudanças e removidos 10 caminhões de entulhos.  



O objetivo da Subsecretário de Operações Integradas  é remover as cerca de 600 edificações construídas com maderite e lona  irregularmente na área de preservação  ambiental situada no Condomínio  Mestre D'armas l, quadra 20, módulo 5, em Planaltina DF. O major De Souza coordenou o policiamento no local adiantou a reportagem, que ação de desocupação vai até  sexta-feira. Apesar das queixas de alguns  invasores não houve registrado de confronto e ação foi considerada pacífica. 



Com a missão de manter a Lei e a ordem no local, e garantir a execução da operação os policiais observavam a ação dos tratores e dos  agentes da Agefis a distância.



O major De Souza salientou que após o almoço a tropa descansaria uma hora depois retornaria, disse ainda, que a operação desta terça-feira estava prevista para encerrar as 16h o que foi confirmado.




Um fato curioso apurado pela reportagem, é que mais metade do efetivo da PM empregado na operação integrada de desocupação do solo desta terça-feira, vinha de uma jornada se serviço do dia anterior, e cumprira escala normal nesta quarta-feira. 



Perguntado pela reportagem a respeito se o serviço era voluntário ou extra, o major De Souza não confirmou, preferindo responder que se tratava de serviço extra ou seja não remunerado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

ACUSADO DE AMEAÇAS NO TRÂNSITO DE TAGUATINGA USANDO SIMULACRO DE PISTOLA É PRESO PELA PM NA ASA NORTE

PM PRENDE ACUSADO DE AMEAÇAR MOTORISTA COM SIMULACRO DE PISTOLA Por Ferreira Santos. fonte: PMDF/CCS   A Policia Militar do DF prendeu um ho...